Armazém 8

“Travessia – do Fado à Bossa” é um concerto de Taïs Reganelli (Brasil) e Vânia Conde (Portugal), no qual fazem um passeio musical pelo universo do fado tradicional, do fado canção, do samba e da bossa nova. Mas neste concerto não se trata apenas de cada uma cantar as canções do seu país de origem. Há antes a conjugação de estilos, notas e ritmos, sendo que é a “Palavra” que tem o papel preponderante. O repertório escolhido apresenta uma cuidada selecção da poesia cantada, dando especial enfoque à gíria e expressões muito próprias de cada país, admitindo as diferenças mas estreitando laços, enriquecendo o conhecimento de cada um dos lados do Atlântico.

Vânia e Taïs conheceram-se em 2019, e desde logo criaram afinidade e respeito pela arte uma da outra. Planearam desde então um concerto juntas e foi assim que este projeto nasceu.

A elas juntam-se o multi instrumentista Djamen Farias, Gabriel Godoi no Violão de 7 cordas, Ricardo Parreira na guitarra Portuguesa e Zezinho Gotelipe na percussão.

Apresentar um pouco de história, emocionar e entreter são os grandes objectivos deste projecto, que é para todas as idades e para todo o tipo de público.

Taïs Reganelli é brasileira nascida e criada na Suíça até aos 9 anos, viveu quase dois anos na Itália em 1999 e desde o fim de 2017 está em Portugal.

Cantautora de voz aveludada elogiada por Caetano Veloso, possui um trabalho autoral consistente, com quatro álbuns lançados e dois singles/videoclipes lançados em 2019. Também foi elogiada por Jô Soares quando foi ao seu programa.

Durante a sua carreira ganhou inúmeros prémios em festivais e foi indicada duas vezes como cantora revelação e melhor álbum no Prémio da Música Brasileira. A cantora abriu os shows de Toninho Horta, Toquinho, Ivan Lins, Guilherme Arantes, Leila Pinheiro, Maria Gadú. Participou em diversos projetos e festivais de música. Como convidada especial, cantou em dezenas de álbuns.

Além da carreira de cantora e compositora, Taïs mostra versatilidade no teatro e no cinema. Participou em gravações de trilhas sonoras de peças teatrais e curtas-metragens.

Percorreu boa parte do Brasil em turné, bem como a América Latina, América Central e Europa.

Atua como versionista e intérprete de canções infantis de um famoso canal francês do YouTube, tem feito concertos das suas canções originais e durante a pandemia gravou inúmeros vídeos com músicos.

Em 2019, inscreveu-se na cadeira “Como escrever canções” de Adriana Calcanhoto na Universidade de Coimbra, em seguida entrou na pós-graduação de “Artes da Escrita” na Universidade de Lisboa e, recentemente concluiu um workshop sobre composição com Luísa Sobral.

 

Vânia Conde nasceu nas Caldas da Rainha e desde cedo sentiu o apelo pelo canto, só o concretizando mais tarde aquando da vinda para Lisboa.

Fadista de paixão, cantou em casas de fados como a Mesa de Frades e o Senhor Vinho, sendo fadista residente no Restaurante do Museu do Fado e mais tarde na Maria da Mouraria. Em 2010 apresentou-se em nome próprio na Casa da Música, no conceito “Novos valores do Fado”.

Integrou projetos onde várias linguagens musicais se cruzaram com o fado: jazz, com Júlio Resende; música popular e cancioneiro português, com Ricardo Parreira e, atualmente, Música Popular Brasileira, com Gabriel Godoi.

Lançou o seu disco de estreia homónimo em 2016, com apresentação no CCB.

Levou o seu fado além fronteiras, destacando-se Parnasso’s Hall, em Atenas e o Brooklin Academy of Music, em Nova Iorque.

É solista convidada dos Concertos para Bebés desde 2013.

 

Carregando mapa ....