RUI XARÁ

RUI XARÁ
Armazém 8

Rui Xará nasceu em Braga. Estreou-se nos palcos como comediante com 5 anos de idade, participando na festa de natal do colégio de freiras que frequentava, com uma anedota sobre freiras.

Depois das normais vicissitudes de estudante até ao 12º ano em Braga, teve uma curta mas marcante experiência na academia da força aérea, da qual desistiu para ingressar na conceituada Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, onde cursou Química. Fez algumas das cadeiras do curso e todas as cadeiras do Piolho, afamado café académico que juntamente com as praxes e os saraus da faculdade, lhe serviram de tubo de ensaio e até de catapulta para a vida que veio a abraçar.

Em Novembro de 1998 trabalhava no Púcaros bar, em Miragaia, quando teve a ideia de dar início a uma noite de humor livre ao estilo das famosas improv nigths americanas. Em 5 de Fevereiro de 99 começavam as inesquecíveis Noites de Anedotas do Púcaros, na altura fazendo dupla com o João Paulo Rodrigues (Quim Roscas), que assim se estreou nestas lides, assumindo ambos um protagonismo nas noites que não era intencional mas acabou por se revelar imprescindível. Ao longo de quase 7 anos foram vários os actuais comediantes que por lá passaram com participações bem sucedidas, como Paulo Baldaia, Pedro Neves, Hugo Sousa, Carlos Moura, Fernando Rocha, Estacionâncio e muitos outros que participaram mas não seguiram carreira… Estava aberta a caixa de Pandora do humor em Portugal e não tardaram a surgir outras noites de humor; primeiro pela cidade, depois por todo o país e mais tarde nas televisões com natural destaque para o Levanta-te e Rí. Por esta altura Rui Xará tinha já um vasto portefólio de bares e pequenos auditórios onde actuava com regularidade.

Em 8 de Dezembro de 2005 termina a “sociedade” no Púcaros e com isso terminam as noites de humor do espaço. Dedica-se então a explorar outras possibilidades dentro da Stand Up e, a solo ou na companhia dos amigos Miguel 7 estacas, Pedro Neves, Paulo Baldaia, João Seabra e Hugo Sousa percorre quase todo o país actuando nas mais diversas iniciativas, desde jantares de gala até pequenos festivais de verão, passando por todo um conjunto de bares e discotecas onde é presença assídua.

Em 17 anos de palcos raras vezes actuou menos de duas horas e conta já com mais de Mil e oitocentas actuações no currículo. Todos estes minutos de palcos diversificados, por vezes até excessivos (chegou a actuar durante 6 horas e 15 minutos no bar da AEFEUP em 2009), permitiram-lhe experimentar e posteriormente burilar as mais variadas abordagens à Stand up Comedy, tendo com isso alcançado um patamar de qualidade única. Assim conseguiu refinar o seu material e atitude em palco, conseguindo hoje em dia um registo que não sendo consensual (o que ele agradece) é inimitável!

Organizou no dia 30 de Janeiro de 2016 o primeiro grande ROAST público em Portugal, a propósito da celebração dos seus 17 anos de carreira, tendo esgotado o Teatro Sá da Bandeira num evento onde estiveram 17 colegas do Humor em palco, a “acarinhá-lo” durante mais de 3 horas, entre os quais Rui Sinel de Cordes, João Seabra, Luís Franco-Bastos, Fernando Rocha e Rui Zink, numa noite considerada por todos como “Épica!”

Hoje, é pai a tempo inteiro, adora aves e natureza em geral e adora a causa do Humor pelo Humor.

 

 

Carregando mapa ....