ARTFEST PATRIMÓNIOS – FADO LELÉ

ARTFEST PATRIMÓNIOS – FADO LELÉ
Armazém 8
                                           

Organização/Produção:  Associação de Comunicação e Artes   

Em Évora os espectáculos decorreram no Armazém 8 durante todo o mês de Março e seguem agora rumo a outras 5 cidades do Alentejo.

O certame termina nesta data com a presença dos FADO LELÉ

FADO LELÉ define-se como uma banda de fortes raízes lusófonas e abre no seu vasto leque de referências musicais uma janela para o mundo. As suas melodias são inspiradas e revisitadas num fado intemporal e vestidas a seu próprio gosto, dançante, com as sonoridades peculiares do ukulele e do bandolim.  Convivem, e vivem, com muitos ritmos e estéticas  e como tal, o jazz manouche, o afro, o reggae, e até mesmo o rockabilly ou o deltablues são seus convidados de honra.

Para além de alguns originais do grupo – Amor Limão (o primeiro single), Mal de Amor e O Fado Lelé, o disco de estreia de FADO LELÉ – Portugal Sabe o Que É! – inclui também algumas versões bem renovadas de clássicos como Vou Dar de Beber à Dor (faz parte da BSO da novela Espelho d`Água da SIC), Bairro Alto, Noites da Madeira, Rua do Capelão, Tudo isto é Fado, Foi na Travessa da Palha, Aldeia da Roupa Branca e Uma Casa Portuguesa (presente na BSO da novela Amor Maior da SIC).

“É, mais uma vez, Portugal aberto ao mundo. E sim, isso é algo que esta personagem que é também um país sabe mesmo muito bem o que é.” Esta frase termina o texto sobre Fado Lelé, assinado por António Pires n’O Fado E Outras  Músicas do Mundo, a propósito da edição do álbum de estreia da banda.

 

Ana Castelo – voz
Miguel Castro – ukulele baritono e tenor
Filipe Silva – bandolim e trompete
Luis Gaspar – bateria
Luciano Barros – baixo (músico convidado)

Carregando mapa ....